Guia prático do controle de estoque para pequenas empresas

Ter uma gestão efetiva de seus produtos é uma necessidade de qualquer negócio, independentemente do seu porte. Por isso, o controle de estoque para pequenas empresas é algo que, diferentemente do que se pode convencionar, torna-se preponderante para bons resultados corporativos.

Negligenciar esse ponto é ter vários problemas agregados, como a falta de itens e prejuízos que podem colocar as operações em risco, ou, até mesmo, perder competitividade em relação a outros negócios que possuem esse gerenciamento, o que lhes dá vantagem no seu mercado.

Foi pensando nisso, para que você possa se prevenir contra esse problema, que trazemos um guia prático do controle de estoque para pequenas empresas, aplicando os métodos agora mesmo.

Delimite a infraestrutura do seu estoque

Não adianta querer colocar toda a população de São Paulo dentro do território de Sergipe. Essa analogia vale para pequenas empresas que não dispõem de uma ampla infraestrutura – e, por isso, precisam conhecer exatamente qual é o limite do seu estoque.

Nesse ponto pode-se, por exemplo, saber quais locais permitem ter prateleiras suspensas, otimizando o espaço; que lugares devem ser priorizados para seus principais produtos; e quais itens vem onerando as dimensões de estoque que você tem.

Delimitar é sinônimo de otimizar o espaço. Mas, não é só isso.

Tenha sempre o inventário do estoque

De forma quinzenal ou mensal, é preciso realizar um inventário completo do estoque para que se possa ter o controle de tudo que há nele. Felizmente, em pequenas empresas, e com ajuda de todos, isso pode ser feito de forma rápida.

O inventário é indispensável para saber informações sobre saída de produtos; quais estão ali mais tempo; aqueles que foram avariados ou podem expirar a validade; além de delimitar o que precisa ser comprado (e reposto) no futuro.

Utilize um software de gestão

Os softwares de gestão, ou sistemas ERP, são ferramentas indispensáveis para ter todo o controle de estoque de forma centralizada, automatizada e organizada. Ou seja, esqueça o papel ou a planilha do Excel – softwares do gênero cumprem todas essas tarefas.

E, o melhor, possuem módulos que facilitam a discriminação de cada item por suas características, além de cruzarem informações com outros setores, como o financeiro e vendas. Isso, é claro, sem contar nas vantagens que sistemas de gestão trazem para toda a empresa.

Faça promoção com produtos ‘encalhados’

O grande problema de uma empresa de pequeno porte é investir em algo e isso não sair. Além de um prejuízo nas finanças, também ocupa espaço precioso no estoque. A solução? Faça uma promoção desses produtos que estão parados.

Se ao menos conseguir recuperar o que foi investido, vendendo a preço de custo, já terá uma ótima economia dentro do seu estoque e poderá dar prioridade a itens que tenham mais saída.

Defina um % de perda

É comum para as empresas, das pequenas a multinacionais, perderem produtos no estoque. Eles podem estar avariados, expirarem a validade, constarem como duplicados ou, até mesmo, serem extraviados.

Para uma gestão efetiva, é preciso definir uma % máxima de perdas que a empresa pode ter. Isso liga o alerta de todos e ajuda o estoque a ter a rotatividade necessária, mas controlada.

Capacite sua equipe

Por fim, é preciso que toda sua equipe esteja capacitada para executar as funções dentro do estoque. Seja o que citamos acima, ou no momento de enviar aos clientes. Uma dica preciosa é deixar um (ou dois) colaborador apenas com a finalidade de operar o sistema de gestão em relação ao estoque, melhorando todo o gerenciamento de produtos.

Conhecendo nosso guia prático do controle de estoque para pequenas empresas, passe no nosso blog e confira uma série de dicas preciosas como essa!

Transformação digital: como a tecnologia pode ser aliada na gestão do seu negócio

A tecnologia vem sendo cada vez mais usada em diferentes espaços, e a utilização para melhorar a gestão de negócios está em avanço, com novidades e softwares capazes de tornar o processo muito mais organizado e eficiente. Mas você sabe como a tecnologia pode ser sua aliada na gestão do seu negócio?

Descubra, através deste artigo, como o uso da tecnologia pode ser um aliado para você realizar a gestão do seu negócio e passe a utilizar a transformação digital a seu favor!

Veja o que a tecnologia inteligente pode fazer por você

A transformação digital que ocorre em outros setores, também está presente na gestão de negócios, principalmente na gestão de transportes.

A tecnologia pode ser sua aliada através do uso de diversos mecanismos como:

• Inteligência artificial;

• Realidade aumentada;

• Monitoramento em tempo real.

Todas essas ferramentas estão incluídas no sistema desenvolvido especialmente para suprir as necessidades do gestor de negócios, pois elas atuam no centro de cada questão que tem um significado importante na gestão, como na questão da agilidade, atualização de dados e muito mais.

Dentro disso, você passa a controlar e organizar sua frota com maior eficiência, pois utiliza ferramentas desenvolvidas para demonstrar dados em tempo real, planejar e acompanhar rotas com total eficiência, bem como realizar telemetria dos veículos e ter maior visibilidade de outras questões como governança e previsibilidade de custos.

Sendo assim, o impacto da tecnologia na gestão do seu negócio é muito grande e você pode obter crescimento no setor por conta disso, pois quanto melhor é a gestão, melhores são os resultados obtidos.

Descubra alguns dos principais recursos

A tecnologia vai ser sua aliada através de diversos recursos, sendo um dos principais a capacidade de gerenciamento de toda a frota, em um único lugar, com amplo controle e dados confiáveis.

Além disso, outro recurso que você pode utilizar é o da fiscalização, que é fundamental para que a gestão seja de fato eficiente, verificando erros e situações que precisam ser revistas.

Ademais, a manutenção é outro recurso que a tecnologia aplicada na gestão vai oferecer a você e dentro disso estão os custos que envolvem toda essa operação. Saber quando os veículos precisarão de manutenção, os tipos de manutenções já realizadas e ter um controle atualizado do estado da frota vai permitir que você tenha previsibilidade e planejamento na parte de manutenção.

Com isso, você consegue impedir que manutenções sejam feitas em momentos que não são tão favoráveis e que podem gerar prejuízo ao seu negócio, bem como consegue controlar melhor a necessidade de manutenções básicas como troca de óleo e balanceamento, obtendo economia.

Entenda os benefícios do uso da tecnologia no setor de gestão

Como você viu acima, a tecnologia passa a ser uma aliada em diversas tarefas, garantindo que elas sejam feitas com eficiência, sem falhas e com previsibilidade.

Porém, os benefícios de tudo isso são inúmeros, sendo que um dos principais é a possibilidade de integração com o SAP e outros ETPs que o mercado possui atualmente.

Além disso, você tem a unificação das ações de gestão, pois consegue controlar todos os processos do seu negócio no mesmo lugar, o que proporcionar estabilidade e permite que você tenha acesso a todas as informações para tomada de decisões.

Outro benefício que o uso da tecnologia em questão vai oferecer a você é a possibilidade de toda empresa ter acesso às informações, em tempo real. Com isso, tudo que é atualizado é atualizado para todos, facilitando a comunicação entre setores e permitindo uma gestão integrada.

Ademais, como você vai ter todas as informações na palma da mão, com garantia de serem atualizadas em tempo real, a tomada de decisões acaba tendo maior agilidade, o que é essencial para a melhora dos resultados, principalmente quando seu negócio já está indo bem, pois o avanço estará nos pequenos detalhes.

Além disso, mais um benefício do uso da tecnologia como aliada no seu processo de gestão é a padronização das operações logísticas, pois tudo vai ser feito conforme o sistema, sem que cada um realize de uma maneira.

Assim, todos que possuem acesso ao sistema tecnológico, como os gestores, motoristas e mecânicos conseguem realizar as atividades de forma padronizada, sendo muito mais fácil de contabilizar, mensurar e executar as ações necessárias.

Ademais, como você viu anteriormente, o sistema tem integração com SAP, o que é um grande benefício. Isso vai permitir que você realize uma gestão com registro de ativos, bem como consiga verificar todas as peças com ligação aos respectivos estoques e, na falta de estoque, pode integrar ordem de serviço para suprir a necessidade.

Lembrando que a necessidade pode ser verificada antes mesmo da ausência, pois tudo é atualizado sempre em tempo real, o que possibilita o planejamento de estoque com antecedência e o suprimento adequado.

Considerações finais

Dessa forma, com as informações que você conheceu até aqui, pôde notar que a transformação pode ser uma grande e excelente aliada na gestão do seu negócio, basta que você faça o uso do software e conheça os recursos que poderão melhorar e muito a gestão de sua empresa.

Além disso, como o sistema é versátil, você pode utilizar para gestão de mais de um tipo de frota, o que é ideal para empresas que trabalham com diferentes frotas, como com transporte urbano e de cargas, pois o sistema comporta as necessidades de ambas.

Ademais, tudo é feito de forma intuitiva, pois além de a tecnologia permitir que todas as ações necessárias sejam realizadas, ele é desenvolvido para que seja de fácil manuseio, para não dificultar o seu dia a dia e o que cotidiano de sua equipe.

Portanto, o uso é de muito eficácia e vai proporcionar que você cresça de patamar em termos de gestão, sendo um aliado essencial para realizar aquele diferencial que você já estava querendo há um tempo.

Ficou interessado em conhecer o sistema que pode fazer sua gestão ser muito mais eficiente? Clique aqui e acesse nosso site para entrar em contato conosco e encontrar as soluções que você necessita!

ERP para escolas: saiba como reduzir a evasão de alunos

A evasão escola é algo constante em todas as instituições de ensino, que certamente terão que enfrentar esse problema em algum momento. Assim, esse cenário é um dos maiores desafios do gestor acadêmico, que deve buscar sempre novas formas de contê-lo.

A situação de abandono escolar por parte dos estudantes pode ocorrer por diversos fatores, que devem ser considerados. Eles vão desde questões econômicas até mesmo como situações de mobilidade urbana, que podem fazer esses alunos deixarem de ir às aulas.

Diante dessa situação, há a necessidade de que os gestores encarem o problema, analisem os motivos pelos quais isso está ocorrendo em sua escola e, por fim, tracem um plano estratégico para reverter esta situação.

Evasão escolar: como identificar o problema?

A decisão de abandonar os estudos não é algo que acontece com os estudantes de uma hora pra outra. Para isso, eles precisam primeiramente passar por todo um processo até que ocorra de fato a desistência e existem alguns indícios que podem demonstrar essa possibilidade.

Cabe à gestão da escola identificar que esses alunos estão passando por processos diferentes dos demais e perdendo o interesse pelos estudos, levando a escola a um cenário de evasão. Entre os pontos que permitem essa identificação estão o desinteresse pelas aulas e pelas tarefas. Além disso, faltas frequentes também são um indicativo.

Ao notar estes sinais, a escola deve agir traçando novas estratégias para conseguir conquistar a atenção de seus alunos, evitando uma potencial evasão escolar.

ERP: sistema de gestão de fácil acesso

O Enterprise Resource Planning, é um sistema de gestão integrado muito confiável, que garante o fácil acesso das empresas e escolas. Ele será responsável por levantar dados valiosos para os gestores e, com isso, serão feitos diagnósticos mais profundos de possíveis problemas.

Ao utilizar um sistema de gestão escolar de fácil acesso, a escola poderá ter uma maior facilidade em seus processos, como garantir a organização e eficácia em sua atuação. Isso fará com que a instituição conheça seus problemas à fundo e consiga solucioná-los.

Dessa forma, poderá garantir entendimento a respeito das necessidades de seus alunos e assegurar que eles se interessem novamente pelos conteúdos que estão sendo aplicados, evitando o abandono escolar.

Quais são os benefícios de um sistema de gestão escolar?

Por meio desse software, a escola terá um controle muito mais claro a respeito de diversos aspectos, como matrícula e inadimplência, lançamento de notas, emissão de boletins, fluxo de caixa, boletos bancários e acompanhamento aprofundado de alunos e professores.

Diante de todas estas facilidades, que ao adotar um sistema físico acabam sendo acumuladas, a escola contará com um controle mais facilitado para tomar medidas e evitar que os alunos percam o interesse em decorrência da falta de incentivo.

A comunicação com os pais destes alunos também será facilitada, visto que estes terão acesso a um maior volume dados a respeito do desempenho de seus filhos e isso facilitará para que os estudantes possam ser acompanhados mais de perto.

É importante definir um sistema de gestão adequado às necessidades de sua escola e que consiga preencher as lacunas deixadas. Dessa forma, o ERP se faz essencial nesse processo, pois garante uma comunicação muito maior e mais facilitada entre os diversos setores da escola.

Além disso, esse sistema garante que a escola tenha uma análise dados mais rápida e eficiente para combater os problemas com decisões mais precisas e objetivas.

Conheça mais sobre nossos produtos e soluções acessando o portal

Ciclo de vida do cliente: conheça os estágios e impulsione suas vendas

Atualmente, o Custumer Lifecycle Management, do ciclo de vida do cliente, se tornou importante para o futuro de qualquer negócio. Isso se deu porque ele possibilita a compreensão dos desejos dos consumidores e, então, possibilita que estratégias mais eficientes sejam estruturadas pelas empresas.

Portanto, acompanhar os variados estágios dos clientes, de forma a assegurar a sua satisfação, é essencial para as marcas, especialmente no sentido de entender que cada situação exige um tipo de comportamento diferente.

Vale ressaltar que conhecer os estágios do ciclo de vida do cliente permite que a empresa empregue os seus recursos de forma mais eficiente e não perca tempo com ações que não serão efetivas. Isso acontecerá uma vez que as suas decisões serão tomadas a partir do comportamento do público-alvo.

A seguir, os estágios do Costumer Lifecycle Management serão abordados em maiores detalhes para facilitar a compreensão e esclarecer a importância de seguir cada uma dessas etapas corretamente, de maneira que as vendas sejam impulsionadas.

As etapas do ciclo de vida do consumidor

Existem cinco estágios no ciclo de vida do consumidor: a segmentação, a aquisição, a rentabilização, a retenção e a recuperação. Todos eles possuem igual importância no processo e serão discutidos nos tópicos abaixo.

01. Segmentação: nessa etapa a empresa deve empregar os seus esforços para compreender os comportamentos, os desejos e as objeções que os clientes têm aos seus produtos. Então, as suas estratégias serão direcionadas para conversar com o público-alvo.

02. Aquisição: uma vez que a empresa já sabe quem é o consumidor e conhece o seu comportamento, ela deve elaborar estratégias para transformá-lo em cliente e, então, gerar leads. Isso pode ser feito por meio de estratégias de Inbound e Outbound Marketing.

03. Rentabilização: após a aquisição, é chegado o momento de começar a lucrar. Então, a empresa deve pensar estratégias como o cross sell para garantir que o consumidor não se limite a comprar um produto e o Retorno Sobre o Investimento (ROI) seja aumentado tanto quanto for possível.

04. Retenção: consiste em fazer com que o cliente se torne fiel à sua empresa e está associado ao Lifetime Value. Ou seja, a prolongar o relacionamento com o consumidor e incentivar que ele volte a comprar novamente do seu negócio.

05. Recuperação: a empresa deve procurar pelos consumidores que não cederam às estratégias anteriores e, portanto, não se fidelizaram. Nesse contato, é recomendado pedir um feedback, que será avaliado para compreender o que falhou na estratégia de marketing.

Porém, apenas compreender os conceitos não é garantia de sucesso. É necessário ter uma boa gestão para assegurar que o ciclo de vida do cliente se prolongue. Logo, existem alguns passos a serem seguidos para conseguir permanecer na mente dos consumidores em longo prazo.

Nesse sentido, é possível destacar o foco na criação de um vínculo afetivo com o público, visto que a internet acabou modificando o comportamento dos clientes e criando a necessidade de identificação com as marcas nas quais eles investem o seu dinheiro.

Esse novo perfil é chamado de consumidor 4.0 e, ao lidar com ele, o foco de uma determinada empresa deve ser no longo prazo. Para além do diálogo, isso pode ser feito através de programas de fidelização com benefícios exclusivos.

Principais erros na gestão financeira que você deve evitar no seu negócio

Ter uma gestão financeira que vai de acordo com a missão, visão, valores e propósito da sua empresa é essencial. É por meio de uma boa administração que se conquista o sucesso de um negócio. Seja qual for o seu objetivo, uma boa contabilidade é fundamental. Assim, todos os fluxos internos e externos serão geridos de maneira com que problemas sejam evitados.

Os problemas na gestão financeira acontecem primeiramente quando há bagunça entre gastos pessoais com os gastos empresariais. Este é um dos erros mais crassos e comuns. Sem registrar tudo (entradas e saídas) com uma análise minuciosa de como ajudar todos esses processos, o desafio é ainda maior.

Ter atenção a todos os fluxos é uma prática assertiva

A primeira coisa e organizar a casa. Entenda tudo e deixe os fatos transparentes. Seja no papel ou nos softwares mais modernos, saber suas entradas e saídas é fundamental para a saúde financeira do seu negócio.

Para ajudar você a ter mais autonomia e conquistar estabilidade neste assunto, selecionamos 5 erros comuns que podem ajudar você a ter melhores resultados. Confira:

Erro 1: Precificação inadequada

Você precisa conhecer todos os custos para compreender como precificar seu produto ou serviço. Assim é possível tomar ações para melhorar a sua eficácia e ter assertividade no seu sistema de precificação.

Erro 2: Ausência de mensuração de resultados

Mais que controlar o caixa, você precisa ficar de olho no estoque, custo efetivo total, verba destinada aos colaboradores e questões sazonais de mercado. Tudo isso é fundamental para estar preparado com antecedência para qualquer desafio.

Business Intelligence: Entenda o que é esse conceito e como aplicá-lo em seu negócio

Erro 3: Não definir metas alcançáveis

Cuidado com as frustrações! É muito difícil definir metas, afinal, prever questões micro e macroeconômicas é um desafio para todos os empreendedores. Porém, tendo tudo planejado, fica mais fácil traçar planos que sejam possíveis. É possível estabelecer metas inteligentes, que tenham de fato sido baseadas nos últimos indicadores. Um panorama sobre o que está acontecendo na empresa deve estar sempre acessível para que todos possam colaborar e vencer metas alcançáveis.

Erro 4 – Não ter inteligência logística para diminuir custos

A logística é uma ciência inovadora, que precisa ser analisada com minúcia. O transporte, por exemplo, precisa de um planejamento de rotas inteligente — de maneira a proporcionar resultados relevantes com os menores custos. Sem essa inteligência, a logística fica mais vulnerável ao surgimento de problemas adversos.

Erro 5 – Ignorar os gastos fantasmas

Toda empresa acaba furando o planejamento de contas com gastos fantasmas que de vez em quando surpreendem. Todo cuidado é pouco e, por isso, a gestão financeira é fundamental para não ter seu negócio lesado. Pequenos custos, ainda que mínimos, podem comprometer e muito a saúde financeira da empresa ao longo dos anos e prejudicar e muito sua vida.

SAP Business One: Saiba como simplificar os processos e tarefas do seu negócio

Quer saber mais? Acesse nosso blog e confira mais conteúdos exclusivos. São muitas informações que vão ajudar você e sua empresa a otimizarem processos e colherem os melhores resultados. Confira!

Como software agrícola auxilia a gestão do agronegócio?

O agronegócio enfrenta em sua rotina diária uma série de desafios muito distintos dos que tipicamente aparecem em outros segmentos. Tendo em vista que neste setor os fatores ambientais têm impacto direto sobre a produtividade, é muito importante que os gestores na cadeia agrícola adotem sistemas e metodologias que permitam aumentar o controle e a previsibilidade sobre seus negócios.

Estes aspectos são determinantes para a rentabilidade das operações e, assim, para o sucesso da empresa. Neste contexto, há um elemento que se caracteriza como a chave para apoiar o crescimento dos negócios deste mercado: as informações. Dispor de informações acuradas e ordenadas em um sistema inteligente e funcional possibilita uma tomada de decisões mais assertiva e auxilia a caminhada rumo ao sucesso.

E é aí que entram os sistemas de gestão desenvolvidos especificamente para este setor, tema do artigo de hoje. Continue conosco e saiba como o software agrícola auxilia a gestão do agronegócio!

Processos de pecuária sob controle

Os empreendedores do setor pecuário podem se beneficiar muito de impor um sistema de controle sobre todo o ciclo de vida dos animais. Desta forma, é possível prever a produtividade e controlar os custos do plantel de forma muito mais eficiente, gerando maior rentabilidade a cada período.

Um bom software oferece informações valiosas e acuradas sobre os diferentes aspectos da gestão do plantel, como confinadores e engorda, além de cria e recria. Estas funcionalidades estruturam o processo de reprodução e venda, alavancando os resultados.

Produção agrícola de maior qualidade

No que tange a produção agrícola, o gerenciamento dos campos de produção de sementes é um fator que requer atenção especial, uma vez que é a base dos resultados do negócio. Desta forma, aplicar soluções que tornem este processo mais objetivo é indispensável quando se deseja otimizar os números e atingir melhor capacidade produtiva, com menos perdas e mais qualidade.

O software de gestão do agronegócio permite um acompanhamento próximo deste setor, oferecendo dados importantes como a qualidade varietal desde o plantio até a colheita.

Gestão de todas as etapas do processo produtivo

Quem trabalha no agronegócio sabe: cada produto passa por inúmeros processos até chegar ao consumidor final. E o controle adequado de cada uma destas etapas é o que reduz as perdas, alavanca a produtividade e garante maiores margens para o produtor.

Neste sentido, o software agrícola contribui oferecendo suporte a cada processo, conforme o segmento do negócio. Assim, do plantio ou reprodução, até a colheita, classificação, armazenagem, embalagem e transporte, cada fase da cadeia produtiva é gerenciada a fim de potencializar a lucratividade.

Controle de custos e de equipamentos

Os equipamentos movem, literalmente, a produção do agronegócio. Portanto, mantê-los sempre em adequadas condições de operação é indispensável para que a produtividade alcance os níveis ideais.

O software de gestão do agronegócio auxilia no registro de manutenções preventivas e corretivas, bem como no controle do combustível e no apontamento de ocorrências diárias. Assim, contribui para a redução de paradas devido a imprevistos e aumenta a durabilidade do maquinário. Além disso, o software fornece soluções para o controle dos custos em geral, garantindo a saúde financeira do negócio.

Dê o próximo passo! Conheça nosso software agrícola e veja sua empresa crescer!

The collaborative team is a productive team

SAP Business One como forma de ajudar no planejamento e controle de produção

Os profissionais de alta gerência precisam entender seus negócios de todos os ângulos, mantendo um planejamento confiável, um processamento de pedidos eficiente e uma transparência total que seja crucial para compreender os pormenores a respeito dos produtos, pedidos e clientes.

Por este motivo, o sistema ERP certo pode fornecer todas as informações que estes indivíduos precisam para tomarem decisões assertivas e, assim, aumentarem a lucratividade por meio de um melhor gerenciamento do estoque, das despesas da cadeia de suprimentos e dos prazos de entrega.

Logo, o SAP Business One é a plataforma perfeita para este propósito, oferecendo flexibilidade e funcionalidade em todos os aspectos, além de ajudar no planejamento e controle de produção. Ficou interessado e quer saber mais a respeito? Acompanhe a leitura e surpreenda-se:

O SAP Business One como ferramenta primordial

O SAP Business One é um software de gestão empresarial integrado, projetado para pequenas e médias empresas. Diante deste cenário, ele integra funções de trabalho para toda a empresa, tudo para ajudar o seu negócio a funcionar melhor.

Portanto, esta solução contém processos fundamentais, como é o caso da contabilidade, das compras e vendas, do estoque, do gerenciamento financeiro, da distribuição, da produção, da gestão de projeto, do gerenciamento de atendimento ao cliente e de diversas operações primordiais.

Por essa razão, ele é um único aplicativo que elimina a necessidade de se obter soluções pontuais e separadas, que geralmente são complicadas e possuem vários módulos. Assim, você pode simplesmente instalar o software em um servidor ou na nuvem e garantir todos os recursos aprimorados com eficiência e agilidade.

A importância desta plataforma para o planejamento e controle de produção

A realidade é que o SAP Business One é perfeito para empresas com menos de 500 funcionários e com uma receita anual relativamente baixa, quando comparada com outras existentes no mercado.

Dessa maneira, esteja você trabalhando com varejo, atacado, distribuição, manufatura ou outros serviços profissionais, esta plataforma permitirá que você administre seus negócios de maneira transparente, usando uma solução completamente integrada.

Afinal, ela está apta para simplificar os principais processos, auxiliando a resolver a maioria dos principais desafios relativos à unidade de produção de uma empresa. Duvida? Nós explicamos como isso pode ser alcançado.

O fato é que o SAP Business One ajuda a reduzir o tempo geral de pré-produção de forma eficaz, permitindo que você fique por dentro dos projetos específicos do setor com relatórios multifuncionais em tempo real.

Além disso, ele também realiza o Planejamento de Requisitos de Materiais Melhorado (MRP), que ajuda as equipes de compras e planejadores de produção a programarem e gerenciarem estes itens facilmente, com base em padrões e condições personalizáveis.

Dessa maneira, ele fornece uma ampla gama de especificações e aquisição de recursos, ao passo em que gerencia todo este processo e cria relatórios pontuais baseados em Business Intelligence.

Implemente o SAP Bussiness One hoje mesmo

Como visto anteriormente, o SAP Bussiness One pode fornecer uma série de benefícios para a sua empresa, como uma boa gestão financeira, auxiliar na tomada de decisões inteligentes e seguras, aprimorar o gerenciamento do seu estoque e ainda atender diversas necessidades da sua corporação.

Desse modo, vale a pena investir neste tipo de software ERP e, consequentemente, potencializar o crescimento do seu negócio. Para tal, a nossa empresa é uma integradora de tecnologias e parceira da SAP para Bussiness One, integrando esta inovação diretamente para o seu empreendimento.

Acesse o site para saber mais e faça já o test drive para conferir todas as vantagens de ter essa solução na sua companhia.

A importância de investir em um sistema integrado ERP para sua empresa

A tecnologia é um dos principais fatores de sucesso nos mais variados negócios. Afinal, ela existe para facilitar a sua vida e dos colaboradores, otimizando o tempo em diversas tarefas. Por isso, investir em um sistema integrado ERP para sua organização pode ser crucial e um diferencial em relação à concorrência.

Com o consumidor cada vez mais exigente e o mercado ainda mais rápido, as empresas devem focar em trazer um serviço exemplar. Por isso, essa solução é tão importante para seu negócio. Continue lendo o post e entenda por que investir em um sistema integrado ERP pode ajudar sua organização.

Otimização de tempo

Como o ERP é uma ferramenta de otimização de processos, ela ajuda a criar uma rotina dos mesmos na empresa. Sendo assim, é mais fácil se planejar e evitar surpresas. Além disso, mesmo quando elas ocorrem, existe mais jogo de cintura para lidar com elas.

Além de uma organização mais eficaz, grande parte dos processos feitos em um ERP é automatizada. Ou seja, os colaboradores não precisam se preocupar com cada detalhe. E como as tarefas automatizadas são as mais repetitivas, também são eliminados erros por falta de atenção.

Mesmo quando as atividades não podem ser feitas necessariamente de maneira automática, o trabalho ainda tende a ser mais simples. Poucos clientes ou comandos, dentro do próprio sistema, resolvem diversos processos.

Isso torna o tempo do colaborador ainda mais valioso, dando mais tempo para o gestor otimizá-lo. É possível passar mais tempo na prospecção de clientes, ajudando a otimizar o ambiente interno e muito mais.

Além disso, a informação também fica mais disponível e mais segura. Com o boom do home office, ter um ambiente integrado e conectado à nuvem para armazenar informações e controlar processos, facilita muito o dia a dia.

A tomada de decisão é mais incisiva

Para você que é gestor, uma das principais vantagens é a tomada de decisão. Primeiramente, ele é acompanhado de sistemas que permitem gerar relatórios e visualizar as informações de forma mais simples e rápida. Além disso, os dados já estão centralizados e filtrados.

No momento de tomar decisões o gestor pode complementar seu conhecimento, intuição e experiência com dados concretos em relatórios simplificados que comprovem aquilo que ele pensa. Isso também é uma forma de convencer mais facilmente os superiores de que uma possível ação terá um impacto positivo.

O ERP é eficiente do ponto de vista financeiro

Do ponto de vista mais prático, e pensando no seu orçamento, o ERP também é interessante. É uma solução que tem um custo relativamente baixo, que é praticamente todo revertido com a economia de tempo dos colaboradores e da facilidade na tomada de decisão.

Não somente o ERP impacta a empresa financeiramente no momento da contratação, mas é uma solução que permite ter um melhor controle financeiro no negócio. Você consegue avaliar melhor suas contas, perceber possíveis problemas na organização e saber onde investir.

Um sistema integrado ERP traz inúmeras vantagens para seu negócio. Além de otimizar os processos e facilitar a vida dos colaboradores no dia a dia, ainda traz mais conforto e agilidade para o trabalho do gestor.

Gostou do post? Então confira outros artigos do nosso blog para tornar o trabalho na sua empresa ainda mais eficaz!

SAP Business One: Saiba como simplificar os processos e tarefas do seu negócio

Entre diversos programas que podem ser citados na hora de uma empresa optar por um sistema ERP de gestão, um deles é o SAP Business One. A ferramenta permite um acompanhamento completo dos mais diversos aspectos e, por isso, é importante que os donos de negócios e gestores saibam exatamente como ela pode ajudar.

E isso é o que apresentaremos a seguir, mostrando algumas das funcionalidades que permitem dizer que o SAP Business One é um facilitador dos processos e das tarefas de qualquer negócio.

Recursos para facilitar o trabalho da empresa

Para começar, pensando em empresas que atuam na área de transporte, seja de carga ou urbano, o programa é capaz de facilitar os processos de distribuição atacadista, integrando o relacionamento com fornecedores e clientes, melhorando a gestão dos estoques, a logística de entrega etc.

Além disso, com a ampla organização, é possível entregar aos clientes uma experiência de compra efetiva e melhor do que a da concorrência, com a operação otimizada de ponta a ponta, utilizando insights gerados pelo próprio público e adicionando novas práticas, mais automáticas e efetivas.

Isso sem falar na capacidade que o sistema de gestão tem de encontrar soluções que diminuam tempo de entrega, façam o ciclo ser mais rápido e satisfatório para todos, incluindo assim uma redução de custos, já que tudo é mais veloz e eficiente, sem necessidade de reparos ou retrabalhos.

Área de inteligência

O SAP Business One também facilita os processos de inteligência e análise da empresa. Relatórios para apresentação de dados são mais completos, trazendo bases melhores para tomada de decisão.

A análise sobre os números financeiros do negócio também são facilitados, assim como os comparativos das áreas do negócio, para entender quais setores funcionam bem, quais podem melhorar etc.

O fato é que, com este programa, as ferramentas de análise se tornam mais potentes e permitem a construção de relatórios e informativos mais claros e bem fundamentados, algo essencial para a evolução do negócio, melhoria das práticas, relacionamento com os clientes, entre vários outros aspectos indispensáveis para qualquer empresa.

Gestão das finanças

O SAP Business One também atua no auxílio e ne melhora da gestão financeira de sua empresa de transporte. A análise do fluxo de caixa é feita de forma automática, assim como o controle de orçamento e a capacidade de acompanhar os custos de cada processo.

Pensando em uma empresa que atua em transporte urbano, mas também de carga, é fundamental saber os custos envolvidos em cada área, como o orçamento está sendo trabalhado, se há necessidade de remanejamento.

Isso sem falar no auxílio que este ERP dá quanto à contabilidade, permitindo o lançamento de contas, divisão do que deve ser recebido e do que deve ser pago, tudo de forma automática. Um dos principais problemas contábeis é perder este controle, mas com um programa como este isso não acontece.

Serviços bancários e relatórios sobre as finanças da transportadora também são vantagens relevantes e que auxiliam enormemente na gestão.

O fato é que o SAP Business One é uma ferramenta completa, capaz de mudar o patamar da gestão de seu negócio. Em várias áreas, a atuação é detalhada e capaz de trazer insights para os gestores, que têm mais dados e informações à disposição para fazerem o negócio crescer.

Agora que você conheceu melhor esta ferramenta, saiba mais também sobre nós. Atuamos na área de soluções tecnológicas para o seu negócio de transportes e estamos prontos para ajudá-lo. Fale conosco e entenda como podemos auxiliar na evolução da sua empresa.

Business Intelligence: Entenda o que é esse conceito e como aplicá-lo em seu negócio

Business Intelligence é um termo bastante conhecido, mas que ainda gera muitas dúvidas no mundo corporativo. Pode ser traduzido como Inteligência de Negócios, e é representado por um conjunto de ações e processos que utiliza dados para formar uma base consistente para a tomada de decisões nas empresas.

A tecnologia é utilizada para captar e analisar informações e transforma dados brutos em insights valiosos que têm poder de impactar decisões estratégicas dos negócios.

Qual o principal objetivo do Business Intelligence?

O principal objetivo do Business Intelligence é eliminar as suposições e oferecer dados reais e confiáveis, para proporcionar mais agilidade aos negócios e para que seja possível aproveitar as melhores oportunidades do mercado.

Os sistemas utilizados no Business Intelligence absorvem toda complexidade envolvida na coleta e na interpretação dos dados, e conseguem gerar relatórios aprofundados sobre as informações relacionadas.

Quais são os principais benefícios do Business Intelligence para a empresa?

As empresas que incorporam o Business Intelligence são capazes de tomar melhores decisões, mas também existem outras vantagens:

• Redução de custos;

• Ajuda no planejamento de gestão;

• Auxilia na tomada de decisões;

• Reduz erros e riscos;

• Aperfeiçoa métricas e indicadores;

• Fidelização de clientes;

• Promove a alta performance dos profissionais envolvidos.

Como implementar o Business Intelligence na sua empresa?

Mesmo empresas que já possuem processos de Inteligência de Dados ainda não aproveitam todas as possibilidades da estratégia.

Dessa forma, vamos falar agora sobre 4 etapas necessárias para inserir a sua empresa no mundo a inteligência de dados.

1. Comece pequeno

O Business Intelligence traz benefícios e deve ser aplicado em toda a empresa, mas pode ser um grande desafio incorporar todos os processos de uma vez. Mas você pode começar pequeno, em apenas um setor ou projeto. Isso reduz a complexidade da implementação, já que eles serão em menor escala.

Com o fracionamento do processo em etapas você terá mais clareza sobre os desafios e conseguirá fazer perguntas mais específicas, trazendo mais agilidade aos resultados.

2. Descubra quais informações são necessárias

É fundamental simplificar e definir quais informações são mais importantes para o processo e onde encontrá-las para não tornar o processo ainda mais complexo do que é necessário.

Somente depois disso, você deverá analisar as ferramentas que podem ser úteis para encontrar e captar os dados desejados.

3. Faça perguntas

Os dados em si não fazem sentido, mas quando são cruzados com o objetivo de responder as perguntas certas, podem trazer insights importantes. Então, faça perguntas e descubra quais informações são necessárias para chegar ao que realmente importa para a empresa.

Incentive seu time a participar, dessa forma você terá visões diferentes e correrá menor chance de deixar oportunidades passarem despercebidas.

4. Avalie o seu processo

O Business Intelligence é uma estratégia viva, que interage e evolui. Sendo assim, depois de colocar em prática todos os insights alcançados com o processo, chega o momento de medir e analisar os resultados.

Sempre é possível fazer novas perguntas e mudar a forma como os dados são analisados.

O Business Intelligence é uma estratégia que contribui muito com o crescimento da empresa, mas exige empenho e mudanças por parte de todos os profissionais envolvidos.

Quer saber mais sobre a estratégia de Business Intelligence? Continue lendo nossos artigos e saiba como aproveitar ao máximo essa estratégia.